Não Vivo Sem Cosméticos

Você está aqui: Home Eu Testei Eu testei: Souvie SER+

Eu testei: Souvie SER+

17 Out

Creme para mãos, Sérum facial anti-idade e condicionador orgânicos e nutritivos.

Olá, pessoal! Na resenha de hoje vou falar sobre 3 itens que recebi da Souvie, marca brasileira de cosméticos orgânicos certificados. Eles fazem parte da linha SER+, lançada em abril deste ano, que é composta por mousse de limpeza facial, sérum anti-idade facial diurno, creme hidratante facial anti-idade noturno, óleo vegetal corporal, loção hidratante corporal, creme para as mãos, xampu e condicionador. A função é hidratar e nutrir a pele e os cabelos de homens e mulheres.

Além do efeito antienvelhecimento, os cosméticos possuem uma fragrância deliciosa de capim limão e baunilha (óleo essencial e extrato orgânicos) que aumentam o apelo sensorial, promovendo uma sensação de frescor e bem estar. Todos os produtos são certificados pela Ecocert Greenlife e são livres de parabenos, óleo mineral, silicone, petrolatos, fragrância sintética e corantes. Dermatologicamente testados (não em animais), feitos com ingredientes orgânicos sem agrotóxicos.

As embalagens acartonadas são lindas e os frascos em alumínio com design/rotulagem minimalista combinam perfeitamente com o conceito orgânico da marca. Foram feitos para o público classe A/B, portanto não se assustem com os preços.

Leia também:
>>> Teste de condicionador para lavar o cabelo

>>> Teste de produto capilar multifuncional


Vamos às resenhas!

1- Creme hidratante para as mãos - com 99,81% dos ingredientes de origem natural e 45,38% provenientes da agricultura orgânica, contém manteigas orgânicas de cupuaçu e murumuru e óleos vegetais orgânicos de açaí e pracaxi. Proporciona maciez e nutrição à pele, além de manter as mãos hidratadas sem sensação oleosa, pois tem rápida absorção. Custa R$ 69/60g.

O QUE ACHEI: cumpre tudo que promete. A fragrância enche as narinas quando a gente aplica, com o aroma fresco de capim limão, mas logo fica bem suave e a baunilha começa a sobressair, ficando levemente adocicado. Textura perfeita que não deixa as mãos pegajosas nem secas demais. Na verdade, parece que a gente nem passou creme porque absorve bem rápido. Deixa sensação de pele macia e hidratada. Rende muito, um pouquinho só é suficiente para as duas mãos. Nota 10!

2- Condicionador Organic-Poo - além de ser isento dos ingredientes citados acima, no começo do post, também não contém sulfatos. Por isso, pode ser usado na técnica cowash e nas rotinas low e no poo. Na embalagem diz que oferece alto poder de hidratação devido à presença dos óleos orgânicos de açaí e de pracaxi e manteiga de murumuru orgânica. Proporciona perfeito condicionamento e brilho, sem aumentar a oleosidade. Melhora a elasticidade do fio, facilitando o pentear. R$ 78/250ml.

O QUE ACHEI: de textura leve e fluida, não hidratou meu cabelo. Tive que usar muita quantidade para poder desembaraçar os fios. Também tentei usar para lavar o cabelo (cowash), mas não senti o couro bem limpo mesmo passando duas vezes (o meu couro é oleoso).

Como ele é bem leve, acho que no meu caso serve apenas para finalizar após o uso de alguma máscara capilar, que pede aquele retoque final de fechamento das escamas. Não que o produto seja ruim, longe disso, apenas no meu cabelo afro que é do tipo suga-creme, não dá.

Como é todo natureba, usei no cabelinho ondulado do meu filho de 4 anos e meio (acredito que seja um cacho tipo 3) e deixou bem macio e com brilho. Bingo! Produto será aproveitado até o final, sem desperdiçar nada! Nota 8.

3- Sérum Hidratante Facial Diurno anti aging - contém peptídeos reparadores que, além de absorção imediata e hidratação prolongada, age contra a destruição celular, auxiliando na prevenção do envelhecimento em todos os tipos de pele. As manteigas e óleos vegetais orgânicos de açaí, oliva e castanha do Pará iluminam o tom da pele e o óleo essencial de lemongrass controla a oleosidade natural da face, deixando um suave perfume cítrico e toque sedoso. R$ 126/60ml.

O QUE ACHEI: frasco ótimo por ter válvula pump que impede a retrocontaminação e evita o desperdício. Tem bom rendimento, ótima espalhabilidade e deixa uma sensação fresca bem agradável. Tem leve efeito tensor, ou seja, dá aquela "esticadinha" na pele logo após o uso. Adorei a textura por ser bem leve e fluida e rapidamente absorvida. Não tem efeito mate.

Como a maioria dos produtos naturais, não oferece proteção contra os raios UVA/UVB e, portanto, não é um cosmético que dispense o uso do filtro solar. Segundo o sócio-fundador explicou, é bem difícil conseguir um produto orgânico com essa função porque fotoprotetor natural não é muito estável, ainda mais se for com FPS alto.

Usei o produto por mais de dois meses (continuo usando), muitas vezes de manhã e à noite, para não ter influência de outros cremes no comportamento da pele. Como minha pele é mista, nas áreas mais ressecadas como as laterais do queixo e em volta da boca ele não hidratou muito bem, especialmente nos dias mais frios ou após esfoliações. Então voltei a usar meu creme facial noturno, mantendo o sérum apenas durante o dia (que é a proposta dele, afinal). Melhorou.

Nas regiões mais oleosas (testa e em torno do nariz) passo bem pouquinho, mas a oleosidade retorna 2-3 horas depois. Agora que o clima está esquentando, minha pele volta a ficar oleosa bem rápido com ele. Portanto, não acho que controle a produção de sebo.

É um bom creme facial, mas não foi excelente para minha pele. Vale a pena pelo conceito orgânico, mas considerando o preço e o resultado que obtive, não é um produto que eu compraria. Minha nota é 8. 

Andréa da Luz

Bem-vindo ao Não Vivo sem Cosméticos, projeto da jornalista e engª química Andréa da Luz, no ar desde 2007. Acompanhe-nos também pelo Twitter, Facebook e Youtube!

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar