Não Vivo Sem Cosméticos

Você está aqui: Home Negócios Látex natural contra rugas

Látex natural contra rugas

15 Mar

extração de látexPesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) em Ribeirão Preto (SP) e equipes de desenvolvimento das empresas Pele Nova Biotecnologia (paulista) e O Boticário (paranaense) identificaram, isolaram e testaram uma proteína extraída do látex da seringueira, batizada de F1, e sua ação contra as rugas. O líquido esbranquiçado e leitoso é estudado naquela universidade desde 1994 e o teste preliminar realizado com 60 mulheres com idade próxima a 50 anos indicou uma redução de 80% das rugas na região da testa e dos olhos, após quase um mês de uso diário.

Em Curitiba, a avaliação envolveu quase 300 mulheres, com resultados semelhantes. Caso não ocorram problemas até as etapas finais de desenvolvimento tecnológico e de produção, um novo gel antienvelhecimento pode estar no mercado ainda este ano. Espera-se que o novo anti-rugas seja capaz de restabelecer a produção de colágeno e a elasticidade da pele de homens e mulheres.

O látex da seringueira é uma longa cadeia de compostos químicos chamados isoprenos que sustenta proteínas e se soltam aos poucos. Um dos médicos da universidade envolvidos no projeto, Joaquim Coutinho Netto, cogita que uma das proteínas do soro do látex possa estimular o crescimento de células-tronco que beneficiem a reconstituição de tecidos ou de órgãos. A membrana feita desse material já serviu para substituir tímpanos destruídos por infecções em cerca de 300 pessoas e como matéria-prima para regenerar esôfago, bexiga, nervos, tecidos de dente e artérias com pelo menos 0,5 centímetro de diâmetro em animais de laboratório. A molécula F1 tem ainda outras propriedades, como o estímulo à produção de cabelos. Segundo o diretor-presidente da Pele Nova, Marcos Silveira, testes feitos com 30 homens por seis meses mostraram que a proteína pode favorecer o ressurgimento e o espessamento do cabelo.

Mais detalhes na reportagem de Carlos Fioravanti, publicada na revista Pesquisa Fapesp deste mês.

Imagem: reprodução do site do Instituto Agronômico do Paraná
Andréa da Luz

Bem-vindo ao Não Vivo sem Cosméticos, projeto da jornalista e engª química Andréa da Luz, no ar desde 2007. Acompanhe-nos também pelo Twitter, Facebook e Youtube!

Comentários  

#1 Celso Rodrigues Sanches 01-07-2009 13:18
Gostaria de informar, que se for de interesse de vcs tenho uma área de grande proporção de serigueiras nativas no estado do Amazonas, no município de Humaitá. Se precisar de matéria prima é só entrar em contato. Obrigado Celso Sanches
Citar

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar